China e árabes concordam com solução política na Síria

A China e os países árabes concordaram nesta terça-feira com a necessidade de encontrar uma "solução política" para o conflito sírio, disse o enviado chinês Zhang Ming no Cairo, após se reunir com funcionários da Liga Árabe. "Todos nós reconhecemos que existe uma grande convergência entre a China e os países árabes para uma solução política que resolva a crise na Síria", disse Zhang após o encontro com representantes da Liga de 22 países, informa a agência France Presse (AFP).

AE, Agência Estado

13 de março de 2012 | 16h35

Sob pressões dos países ocidentais, após ter bloqueado ao lado da Rússia por duas vezes resoluções que condenavam o governo sírio no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), a China anunciou neste mês um plano de seis pontos para a Síria, pedindo um fim imediato à violência. O plano pede a abertura imediata de um diálogo entre o governo e a oposição e rechaça a interferência estrangeira "para a mudança de regime" na Síria.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.