China e Coreia do Norte reúnem líderes militares em Pequim

Objetivo do encontro é estreitar as relações e aumentar a cooperação entre os exércitos dos dois países

EFE

23 de setembro de 2009 | 15h48

O vice-presidente da Comissão Militar Central da China, Xu Caihou, reuniu-se nesta quarta-feira, 23, com seu colega norte-coreano, Pak Jae-Gyong, que lidera uma delegação de dez membros de viagem à China, o principal país aliado do regime norte-coreano.

 

O encontro acontece após semanas de sinais positivos por parte de Pyongyang para negociar o desmantelamento de seu programa nuclear, que provocou graves crises no último ano.

 

Segundo um comunicado da agência oficial de notícias "Xinhua", Pak, de 76 anos e vice-ministro de Forças Armadas Populares da Coreia do Norte, disse a Xu que seu país "realizará esforços inquebrantáveis para reforçar os vínculos entre os dois países, sem importar que as circunstâncias mudem".

 

"Os dois países são obrigados a manter a tradicional amizade conseguida pela antiga geração de revolucionários", disse o norte-coreano, um dos militares de maior categoria da Coreia do Norte.

 

A visita de Pak, que já acompanhou o líder norte-coreano Kim Jong-il em sua viagem à China em 2001, ocorre por ocasião dos 60 anos das relações diplomáticas entre os dois aliados comunistas, mas também uma semana depois do enviado chinês Dai Bingguo visitar Pyongyang com uma mensagem do presidente Hu Jintao.

 

O objetivo do encontro entre os dois comandantes é conseguir uma relação militar mais estreita, mediante a promoção de intercâmbios e a cooperação entre os dois Exércitos para "contribuir para a paz, a estabilidade e a prosperidade mundiais", disse Xu.

 

O Ministério de Assuntos Exteriores da China se negou a fornecer informações sobre a viagem de Pak, cuja visita de cinco dias durará até sexta-feira, 26, e em seu itinerário está incluída, além de Pequim, a cidade oriental de Xangai.

Tudo o que sabemos sobre:
chinacoreia do norte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.