China e Cuba fortalecem relações

Depois de assinar 16 acordos, o presidente chinês Hu Jintao encerrou sua visita a Cuba, aliada ideológica na região e com a qual espera fortalecer relações. Hu, que chegou ontem à ilha, começou seu segundo e último dia em Havana, hoje, com um encontro com o vice-presidente e ministro da Defesa, Raúl Castro, irmão do presidente Fidel Castro. Uma hora depois, Hu e Raúl participaram de um fórum binacional no qual estiveram presentes 400 empresários."Cuba é um dos grandes sócios comerciais da China na América Latina", disse Hu aos empresários. "Compartilhamos os ideais comuns de seguirmos um desenvolvimento próprio seja qual for a situação internacional", afirmou. Cuba é a última escala do mandatário chinês em um giro pela região que incluiu Brasil, Argentina e Chile.Com quatro seminários específicos - telecomunicações, turismo, eletrônica e recursos naturais -, o fórum empresarial gerou cerca de 120 contatos para possíveis negócios, segundo a ministra cubana Martha Lomas. "Nunca havíamos levantado tantos e tão importantes projetos", disse ela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.