Bai Xuequi/Xinghua/AP
Bai Xuequi/Xinghua/AP

China e Índia anunciam acordo para 'diminuir tensões' na fronteira

Os dois países concordaram em 'evitar ações que poderiam piorar a situação' na região onde 20 pessoas foram mortas em junho

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2020 | 04h35

PEQUIM - IndiaChina fecharam acordo para "diminuir as tensões" na disputada fronteira no Himalaia. Em junho, o local foi palco de série de conflitos entre os dois países e deixou mais de 20 mortos. Anúncio foi feito em declaração conjunta divulgada na manhã desta sexta-feira, 11. 

Na terça-feira, as duas nações trocaram acusações sobre os disparos na fronteira, os primeiros desde 1975. 

Após uma reunião realizada na quinta-feira em Moscou, os ministros das Relações Exteriores da China, Wang-Yi, e da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, concordaram em trabalhar juntos para acalmar a situação. 

"As tropas dos dois países (estacionadas) na fronteira devem continuar o diálogo e retirar-se o mais rápido possível (das zonas disputadas), mantando distância apropriada no terreno", diz o comunicado. 

Índia e China também concordaram em "evitar ações que poderiam piorar a situação". Os dois países publicaram declarações similares nos últimos meses. 

A Linha de Controle Efetivo, fronteira entre os dois países, não está corretamente delimitada. 

O último conflito aberto entre os dois países data de 1962, quando o exército chinês derrotou as tropas indianas em uma guerra relâmpago./AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.