China e Pyongyang reiteram aliança em visita de ministro chinês

Liang Guanglie viajou para Coreia do Norte para comemorar o 60º aniversário das relações diplomáticas

Efe,

24 Novembro 2009 | 04h00

O ministro da Defesa chinês, Liang Guanglie, que se encontra em visita oficial em Pyongyang, assegurou que a China quer fortalecer os laços militares com a Coreia do Norte.

 

Em declarações a agência norte-coreana Korean Central Newsagency também publicadas pelo jornal oficial "China Daily", Liang reiterou a aliança estratégica de Pequim com a Coreia do Norte.

 

"Nenhuma força na Terra pode romper a unidade dos exércitos e os povos dos dois países e isso permanecerá para sempre", declarou o ministro durante um banquete de boas-vindas oferecido pelas autoridades norte-coreanas.

 

Liang viajou para Coreia do Norte para comemorar o recente 60º aniversário do início de relações diplomáticas entre os dois países vizinhos e os dois exércitos.

 

"Há cinquenta anos, vim a Coreia do Norte como soldado e experimentei como a amizade entre China e Coreia do Norte foi construída. Esta amizade é o patrimônio para ambos", acrescentou. A China é o principal país aliado do regime norte-coreano e seu principal sustento econômico e humanitário através das doações.

 

Desde 2003, Pequim auspiciou o diálogo multilateral entre as duas Coreias, EUA, Rússia e Japão, para a desnuclearização da península Coreana.

 

Paralisado desde dezembro de 2008 pela rejeição norte-coreana às sanções do Conselho de Segurança da ONU pelo lançamento de um foguete de longo alcance, nas últimas semanas as posturas se aproximaram para retomar as conversas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.