China e Reino Unido discutem Irã e mudança climática

A situação no Irã e a mudança climática foram os temas centrais da conversa por telefone de sexta à noite entre os ministros de Relações Exteriores da China, Li Zhaoxing, e do Reino Unido, Margaret Beckett, informaram fontes oficiais.Durante a conversa, os dois analisaram também as relações bilaterais, segundo uma breve nota do ministério chinês. Horas antes, o primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, havia afirmado que a estratégia aprovada pela União Européia (UE) na sexta-feira para lutar contra a mudança climática vai incentivar China, Estados Unidos e Índia a adotarem os mesmos esforços.A estratégia, aprovada pelos governantes europeus durante sua Cúpula, inclui entre suas metas reduzir as emissões de dióxido de carbono da UE em 20% até 2020, tomando como base o nível de 1990.Como país em desenvolvimento, a China não está obrigada a reduzir suas emissões poluentes apesar de ter assinado o Protocolo de Kyoto. Apesar das reivindicações da UE, o país se recusa a assinar um compromisso para a segunda fase do pacto, que deveria começar em 2012.Li e Beckett conversaram também sobre o caso do Irã, após a reunião na sede das Nações Unidas entre os cinco membros do Conselho de Segurança (China, Reino Unido, França, Rússia e EUA) e mais a Alemanha sobre o conteúdo de uma nova resolução.China e Rússia têm mostrado sérias objeções ao conteúdo de uma minuta, apresentada pelos EUA e pelos países europeus, que amplia a lista de materiais e equipamentos que o Irã não poderia comprar e vender, cria restrições nas transferências financeiras e impõe um embargo de armas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.