China eleva orçamento da defesa em 11%, a US$ 106 bi

Os gastos da China com defesa terão um aumento de 11,2% em 2012, pois o forte crescimento econômico continua estimulando uma rápida expansão militar, afirmou hoje o porta-voz da legislatura do país, Li Zhaoxing. Segundo Li, as despesas com defesa alcançarão 670,2 bilhões de yuan (US$ 106,4 bilhões) neste ano, um aumento de quase 67 bilhões de yuan na comparação com 2011.

AE, Agência Estado

04 de março de 2012 | 19h22

A despesa oficial com defesa na China é a segunda maior do mundo, atrás da registrada pelos Estados Unidos. Mas, de acordo com especialistas, o orçamento da defesa na China pode ser 50% maior que o dos Estados Unidos, pois os chineses excluem da conta da defesa os gastos com sua força de mísseis nucleares e outros programas.

Em conferência com a imprensa realizada um dia antes da abertura da sessão anual do Congresso Nacional do Povo, Li disse que as despesas militares da China foram pequenas em porcentagem do Produto Interno Bruto (PIB), se comparadas às de outros países, especialmente os Estados Unidos.

"A China está comprometida com o caminho de desenvolvimento pacífico e segue uma política de defesa nacional que é de natureza defensiva", declarou. "Veja bem, a China tem 1,3 bilhão de pessoas, um grande território e uma longa costa, mas nossa despesa com defesa é relativamente baixa se comparada com a de outros."

No ano passado, o orçamento militar da China correspondeu a 1,28% da economia do país, segundo Li, enquanto nos Estados Unidos foi de 4,8% em 2010, conforme o Banco Mundial. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaorçamentodefesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.