China eleva preço dos combustíveis para seguir petróleo

A China vai elevar os preços da gasolina e do óleo diesel em 350 yuans (US$ 53,25) por tonelada a partir deste domingo para refletir a alta internacional do petróleo, informou a Comissão de Reforma e Desenvolvimento Nacional. É o primeiro aumento dos combustíveis deste ano. A comissão havia elevado os preços da gasolina e do diesel em dezembro, respectivamente, em 310 e 300 yuans por tonelada.

AE, Agência Estado

19 de fevereiro de 2011 | 12h29

A medida representa um aumento de 4,1% sobre a média do teto da gasolina de referência no varejo de 8.530 yuans e um aumento de 4,5% sobre o teto do diesel de referência no varejo de 7.780 por tonelada, segundo cálculos da Dow Jones. A China também elevará o preço do querosene de aviação em 350 yuans para 6.340 yuans por tonelada.

Pelo sistema de tarifas de combustíveis da China, os preços domésticos devem ser ajustados quando a média móvel de uma cesta de petróleo internacional oscila mais de 4% num período de 22 dias úteis. No entanto, o governo nem sempre aplica a fórmula, que foi adotada em 2009. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinagasolina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.