China encontra oito bombas japonesas da II Guerra Mundial

Oito bombas abandonadas por tropas japonesas na Segunda Guerra Mundial apareceram numa cidade do nordeste da China, no mês em que termina o prazo para que o Japão retire o arsenal que abandonou no país, informou nesta quinta-feira, 19, a Rádio Internacional da China.China e Japão aderiram em 1997 à Convenção de Armas Químicas da ONU. Dois anos depois, assinaram um memorando pelo qual os japoneses deveriam apoiar e dirigir a retirada de pelo menos 2 milhões de toneladas de armas químicas abandonadas principalmente nas províncias de Heilongjiang, Jilin e Liaoning.O governo japonês solicitou uma ampliação até 2012 do prazo para cumprir a disposição.O local da última descoberta foi um antigo chalé da cidade de Suifenhe, em Heilongjiang, um importante cenário de batalhas durante a guerra.Uma patrulha policial descobriu uma primeira bomba no pátio da casa e mais sete projéteis após escavar o local. Todos se encontravam em perfeito estado, e com visíveis caracteres japoneses, segundo a agência estatal Xinhua.Em 8 de abril, a polícia achou 25 projéteis japoneses em Hulin, na mesma província, onde os japoneses fizeram experiências com milhares de pessoas, usando armas químicas e bacteriológicas, nos anos 30 e 40.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.