AP Photo/Evan Vucci
AP Photo/Evan Vucci

China espera que aumento de investimentos dos EUA em defesa possa manter estabilidade no mundo

Trump quer aumentar as despesas do país no setor em US$ 54 bilhões, no que seria o maior salto no orçamento desde o período posterior aos atentados do 11 de Setembro

O Estado de S.Paulo

28 Fevereiro 2017 | 14h28

PEQUIM - O Ministério das Relações Exteriores da China afirmou nesta terça-feira, 28, que espera que o aumento de investimentos em defesa proposto pelos EUA seja benéfico para manter a paz e a estabilidade globais.

Um funcionário familiarizado com a proposta de aumento no orçamento na área de defesa disse que o presidente dos EUA, Donald Trump, solicitou ao Pentágono para incluir mais dinheiro para construção de navios, aeronaves militares e para estabelecer "uma presença mais robusta em vias navegáveis ​​internacionais e pontos como o Estreito de Ormuz e o disputado Mar do Sul da China". A medida poderia colocar Washington em desacordo com a China.

"Esperamos que políticas e medidas relevantes dos EUA possam beneficiar a manutenção da paz e da estabilidade globais", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Geng Shuang, ao ser questionado sobre o aumento proposto nos EUA.

Trump pretende aumentar os gastos militares de defesa do país em US$ 54 bilhões, no que seria o maior salto no orçamento de defesa desde o período posterior aos atentados do 11 de Setembro. A expansão seria paga pelo corte de recursos em outras áreas, entre as quais o Departamento de Estado, que poderia sofrer redução de até 30% em seu orçamento, especialmente nos programas voltados à assistência internacional. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.