China exige que Japão liberte capitão de navio pesqueiro

A China exigiu hoje que o Japão liberte o capitão de um navio de pesca chinês que colidiu com duas embarcações da Guarda Costeira japonesa. O Japão já liberou os 14 outros tripulantes da embarcação. "O lado japonês continua a deter ilegalmente o capitão de um navio de pesca chinês", afirmou o Ministério das Relações Exteriores da China, em comunicado. "A China novamente pede enfaticamente que o lado japonês o liberte imediatamente também."

AE-AP, Agência Estado

13 de setembro de 2010 | 11h23

O incidente ocorreu na semana passada na disputada região do mar do leste da China, reivindicada pelos dois países, mas controlada pelo Japão. Tóquio afirma que o navio pesqueiro chinês colidiu propositalmente com as embarcações japonesas, após receber ordem para não pescar naquela região.

Na área, também reivindicada por Taiwan, há algumas ilhas e a suspeita é a de que exista uma reserva de petróleo. Autoridades japonesas disseram que o capitão chinês, Zhan Qixiong, deve responder legalmente pelo incidente provocado. Com informações da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaJapãocapitãonavio pesqueiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.