China fecha sites e prende seis pessoas por espalharem rumores

Autoridades chinesas fecharam 16 sites e detiveram seis pessoas acusadas de espalharem rumores sobre a movimentação incomum de veículos militares em Pequim, noticiou a imprensa oficial, após a queda de um dos mais importantes líderes do Partido Comunista.

REUTERS

31 Março 2012 | 10h02

Os sites publicavam rumores de "veículos militares entrando em Pequim e de algo estranho acontecendo em Pequim", informou a agência de notícias estatal Xinhua.

(Por Fayen Wong)

Mais conteúdo sobre:
CHINA INTERNET PRISAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.