China investiga caso de corrupção que pode envolver Microsoft e farmacêuticas

Agentes de combate à corrupção na China estão investigando uma autoridade que teria sondado a Microsoft e multinacionais farmacêuticas, em meio ao endurecimento das leis anti-competição no país.

Estadão Conteúdo

26 de dezembro de 2014 | 21h41

Sun Hongzhi, vice-ministro da Administração Estatal de Indústria e Comércio, foi colocado sob investigação, segundo informações da Comissão Central de Inspeção Disciplinar do Partido Comunista.

Sun é acusado de "violações graves da disciplina", informou a Comissão em comunicado, um eufemismo para corrupção. De acordo com os procedimentos habituais, o Partido Comunista primeira investiga internamente, para depois entregar o caso às autoridades civis. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Chinacorrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.