China lançará foguete tripulado em 2003

A China anunciou nesta quinta-feira que lançará um foguete espacial tripulado este ano. A façanha será um feito científico e uma vitória em matéria de relações públicas para o programa espacial chinês, ligado às Forças Armadas. O anúncio ocorreu enquanto a última nave chinesa não-tripulada, a Shenzou IV, descrevia a órbita em torno da Terra pelo quarto dia consecutivo. As autoridades disseram ser este o precursor direto do vôo tripulado.A próxima missão, a Shenzou V, levará pelo menos um "taikonauta", como os astronautas são chamados na China, segundo um informe da agência oficial Xinhua destinado às pessoas de língua chinesa no exterior. O diretor do Escritório Aeroespacial de Xangai, Yuan Jie, disse que o vôo se realizará durante o segundo semestre de 2003. "A Shenzou V será tripulada", confirmou um funcionário do escritório que não quis se identificar em entrevista por telefone. Ele acrescentou que o vôo será "um salto na história aeroespacial tripulada na China".Só os EUA e a Rússia - antes a União Soviética - enviaram seres humanos ao espaço. Outros países já enviaram astronautas, mas em missões norte-americanas ou russas.Astronautas recrutados na Força Aérea chinesa começaram há vários anos a treinar para o primeiro vôo espacial. "O objetivo a curto prazo é enviar chineses ao espaço. A grande visão do futuro é explorar o espaço. Ambos inspiram o povo chinês", disse o comandante do Projeto Shenzou, Huang Chunping, à agência Xinhua. Não foi esclarecido quantos aviadores irão a bordo da missão chinesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.