China libera documentos secretos dos anos 40 e 50

O governo chinês anunciou a liberação de milhares de documentos diplomáticos dos anos 40 e 50, até então considerados secretos. O primeiro lote de 10.000 textos dos arquivos diplomáticos da Chancelaria inclui telegramas estabelecendo relações diplomáticas com a União Soviética, após a revolução chinesa de 1949, segundo a agência estatal Xinhua. Segundo a Xinhua, a maior parte dos papéis liberados é de 1949 a 1955.Não ficou claro se todos os papéis da época foram liberados, nem se os lotes incluirão assuntos delicados como a Guerra da Coréia, de 1950 a 1953, na qual a China lutou ao lado da Coréia do Norte contra as tropas da ONU lideradas pelos Estados Unidos.O ministério da Relações Exteriores chinês abriu seus arquivos em respeito ã norma que exige a liberação de documentos secretos 30 anos após a elaboração. Não foi explicado o motivo que levou os papéis divulgados agora - alguns com mais de 50 anos - a ficar em segredo por tanto tempo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.