China liberta preso político de 76 anos

A China libertou o ativista tibetano Tanak Jigme Sangpo de 76 anos, o preso político que mais tempo ficou detido no país, revelou nesta quarta-feira um grupo de direitos humanos. O ex-professor, preso em 1983 por divulgar propaganda contra-revolucionária e por incitação, foi libertado domingo nove anos do fim de sua pena por questões de saúde. Tanak foi levado para a casa da sobrinha em Lhasa, mas as autoridades chinesas concordaram em deixá-lo sair do país para receber tratamento médico no exterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.