China manifesta apoio a Estado palestino

O governo da China anunciou nesta quinta-feira seu apoio à intenção palestina de buscar o reconhecimento pleno da Organização das Nações Unidas (ONU) durante a próxima Assembleia Geral da entidade, marcada para o mês que vem.

Agência Estado

25 de agosto de 2011 | 16h13

Por meio de nota, o Ministério das Relações Exteriores da China informou que Wu Sike, enviado especial de Pequim ao Oriente Médio, disse a líderes palestinos durante uma reunião em Ramallah que o governo e o povo chineses sempre apoiaram a causa palestina.

Em relação ao pleito palestino pelo reconhecimento de sua independência, prossegue a nota, Wu manifestou "compreensão, respeito e apoio".

No início do mês, o representante palestino na ONU, Riyad Mansur, afirmou que quase 130 países já haviam manifestado apoio à independência palestina, superando o mínimo necessário de dois terços para seu reconhecimento pela Assembleia Geral da ONU.

O apoio de Pequim, porém, dá mais uma força ao pleito o palestino, uma vez que a China é um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança (CS) da ONU.

Os palestinos decidiram buscar o reconhecimento de sua independência na ONU por conta da letargia em que se encontra o processo de paz com Israel. O diálogo bilateral referente a um futuro Estado palestino independente, soberano e economicamente viável está paralisado desde 2008. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaPalestina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.