China muda estratégia para atender afetados por tremor

O número de mortos pelo terremoto ocorrido dia 14 de abril na China subiu para 2.203, de acordo com contagem de autoridades locais. A China também afirmou que chegou a uma etapa em que vai transferir os esforços de buscas por sobreviventes para reconstrução e tratamento dos feridos.

AE-AP, Agência Estado

25 de abril de 2010 | 14h34

No entanto, os trabalhos de ajuda foram prejudicados neste fim de semana, depois de todos os voos que partiriam de Xining e Yushu terem sido adiados, de acordo com a agência de notícias estatal Xinhua. Uma tempestade de areia atingiu o aeroporto de Xining, enquanto fortes nevascas tornaram perigosos os pousos no aeroporto de Yushu.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaterremotomortesestrategia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.