China não acredita em reação armada contra Coréia do Norte

A China considera "inimaginável" uma reação armada ao teste nuclear efetuado pela Coréia do Norte, epediu a todos os países que mantenham a cabeça fria na hora de adotar possíveis medidas. "Pela posição que outros países adotaram, podemos ver claramente que há oportunidades para resolver a crise por meio do diálogo. Ninguém está pensando em usar a força militar e isso é positivo", disse o porta-voz do Ministério de Relações Exterioreschinês, Liu Jianchao. O porta-voz se recusou a falar do apoio chinês a possíveis sanções da ONU, e afirmou que os membros do Conselho de Segurança estão discutindo os próximos passos. Liu manteve a firme oposição da China ao teste nuclear norte-coreano e afirmou que ele terá um impacto evidente nas relações entre os dois países. No entanto, ressaltou que Pequim continuará empenhando "todos seus esforços para a desnuclearização e a estabilidade da PenínsulaCoreana e do Leste da Ásia".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.