China pede ao Japão transporte militar para ajudar vítimas

Seria a primeira presença de pessoal e material militar japonês na China desde o final da 2ª Guerra Mundial

Efe

28 de maio de 2008 | 04h47

A China sonda o Japão oficialmente sobre a visibilidade de Tóquio enviar aviões militares para ajudar a transportar material humanitário às zonas afetadas pelo terremoto de Sichuan, segundo informou nesta quarta-feira a agência Kyodo.   Fontes do Ministério da Defesa nipônico teriam feito menção à agência sobre o possível envio de aviões militares, que suporiam a primeira presença de pessoal e material militar à China desde o final da Segunda Guerra Mundial.   Conforme o jornal Sankei, a China precisa de aviões para envio de material humanitário de Pequim às zonas mais afetadas pelo terremoto da província de Sichuan.   Os ministérios da Defesa e de Relações Exteriores do Japão estão considerando agora o pedido chinês e não sabem se enviam um avião das Forças de Defesa do Japão ou um charter com material como tendas de campanha e mantas.   Não se conhecem os detalhes da solicitação chinesa, mas a agência de notícias Kyodo afirmou que o Japão trabalha a possibilidade de enviar um avião militar C-130.   Altos funcionários do Ministério da Defesa e do Ministério de Relações Exteriores visitaram nesta quarta-feira o escritório do primeiro-ministro para debater o assunto.   Até agora a China já aceitou o envio de ajuda humanitária japonesa para as vítimas do terremoto e incluiu o envio de uma equipe de especialistas japoneses à região mais afetada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.