China pede governo de ampla base no Afeganistão

Enquanto forças inimigas da milícia Taleban entravam em Cabul, o governo da China reiterou hoje seu pedido de um governo de ampla base no Afeganistão, que viva em paz com seus vizinhos. "Como vizinhos do Afeganistão, naturalmente estamos acompanhando de perto este tema", disse o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China, Zhu Bangzao. "Esperamos que a paz chegue logo", acrescentou.Zhu propôs que as Nações Unidas desempenhem um papel mais amplo e ativo no Afeganistão, mas não detalhou sua proposta. O porta-voz disse apenas que "o futuro governo do Afeganistão deve ser de ampla base, representar os interesses de vários grupos e viver em paz e harmonia com outros países, especialmente com seus vizinhos". A China, que faz fronteira com o Afeganistão a oeste, permitiu que a Aliança do Norte, anti-Taleban, abrisse uma embaixada em Pequim. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.