China permitirá que mulher infectada com HIV se case

A China permitirá pela primeira vez que uma pessoa infectada com o vírus HIV, que causa a aids, se case com alguém saudável. O casal, que não foi identificado, se casará em Pequim no próximo domingo para marcar o Dia Mundial contra a Aids, informou a agência de notícias oficial Xinhua.Segundo o Diário de Xangai, a mulher, de 28 anos, uma ex-dependente de drogas que se infectou através de agulhas usadas, vive a quatro anos com seu noivo, que não pegou o vírus. Os dois receberam autorização para se casar de autoridades da região de Guizhou, onde moram atualmente. Cerca de 1 milhão de pessoas são portadoras do HIV na China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.