China planeja medidas para expandir yuan, diz presidente do PBoC

A China planeja uma série de medidas para expandir o uso de sua moeda e torná-la mais "livremente usada", disse o presidente do Banco do Povo da China (PBoC), Zhou Xiaochuan, em entrevista ao canal de televisão Phoenix Satellite Television, de Hong Kong.

Estadão Conteúdo

19 de abril de 2015 | 10h16

A reportagem, no entanto, não forneceu detalhes de como ou quando serão feitas as mudanças. A emissora, que tem sede em Hong Kong, mas laços estreitos com o governo chinês, também mostrou imagens de Zhou Xiaochuan afirmando que estão sendo consideradas medidas para a inclusão do yuan no SDR (Direitos Especiais de Saque), do Fundo Monetário Internacional (FMI), que é uma espécie de reserva internacional.

Anteriormente, o presidente do banco central chinês já havia dito que a China se esforça para fazer reformas no setor financeiro neste ano. No que diz respeito ao SDR, o FMI deve rever este ano a composição, que atualmente inclui o dólar, euro, iene e libra esterlina. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinayuanFMI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.