China prende 4 após incêndio que deixa 53 mortos em Xangai

XANGAI (Reuters)- A polícia chinesa prendeu nesta terça-feira quatro acusados de serem responsáveis por um incêndio em um edifício residencial em Xangai, no qual pelo menos 53 pessoas morreram.

REUTERS

16 de novembro de 2010 | 07h17

O fogo que se espalhou pelo prédio de 28 andares foi causada por "solda não autorizada, realizada contrariando as normas", segundo a agência oficial de notícias Xinhua, que não citou a fonte,

"Quatro suspeitos foram detidos pela segurança pública", informou a agência, sem especificar se eles são operários ou da administração do prédio.

A atuação rápida das autoridades para indicar suspeitos de terem provocado o incêndio mostra a preocupação em acalmar os moradores pelo fato de os bombeiros terem levado mais de quatro horas para pôr fim às chamas, o que motivou reclamações de pessoas resgatadas.

No ano passado, 1.076 pessoas morreram e 580 ficaram feridas em incêndios na China, segundo dados oficiais.

(Por Farah Master e Anita Li)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAINCENDIODETIDOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.