China prende mais um bispo católico

Forças de segurança da China detiveram um bispo da Igreja Católica não-controlada pelo governo, informa um grupo de acompanhamento americano. Agentes capturaram o bispo Julius Jia Zhiguo na cidade de Zhengding na segunda-feira, informa a Fundação Cardeal Kung. A detenção de Jia se segue a outro incidente, no início de março, quando o monsenhor Wei Jingyi, reconhecido pelo Vaticano como bispo de Qiqihar, foi levado sob custódia. Wei ficou preso uma semana antes de ser libertado.Grupos de defesa da liberdade religiosa dizem que Jia já foi detido várias vezes, por conta de sua recusa em se filiar à Associação Patriótica Católica, controlada pelo Partido Comunista e que rejeita a autoridade papal em assuntos como a indicação de bispos. Em Roma, o porta-voz do Vaticano, Joaquin Navarro-Valls, declarou ?inaceitável? a detenção de Jai. ?Mais uma vez um membro da hierarquia católica foi privado de sua liberdade pessoal sem nenhuma razão judicial?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.