China prepara massacre de gatos para conter a Sars

As autoridades do sul da China afogaram ou eletrocutaram nesta terça-feira os priomeiros de milhares de civetas - animais felinos semelhantes a fuinhas - em um esforço urgente para eliminar uma possível fonte do vírus da gripe asiática, a Sars.O massacre dos animais capturados dos mercados de vida silvestre da província de Guangdong foi iniciado a despeito dos alertas da Organização Mundial da Saúde (OMS), de que a morte em massa de civetas poderá destruir pistas importantes sobre a origem da doença e, até mesmo, espalhá-la.As autoridades ordenaram a morte de cerca de 10.000 civetas, que são consideradas um prato refinado da culinária local. Centenas foram mortos hoje e policiais percorrem as estradas em busca de civetas contrabandeadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.