China promete cooperação em segurança de produtos

O presidente chinês, Hu Jintao, dissenesta quinta-feira que a China está preparada para ampliar acooperação com a comunidade internacional para garantir quesuas exportações sejam adequadas aos padrões mundiais dequalidade. Produtos chineses vêm revelando problemas em vários paísesdo mundo nos últimos meses, levando ao recolhimento debrinquedos e cremes dentais, entre outros. "Aumentar mais a qualidade dos produtos e a segurança dosalimentos é na verdade uma tarefa comum para toda a comunidadeinternacional", disse Hu, numa rara entrevista coletiva duranteo fórum Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec). "O lado chinês está disposto e preparado para trabalhar coma comunidade internacional de modo a ampliar a cooperação nasinspeções e exames de qualidade e aprofundar a cooperaçãoeconômica e o comércio mutuamente benéficos". A China culpa a mídia internacional por espalhar o pânico arespeito dos produtos chineses. Pequim diz que, em geral, seusprodutos são seguros, e que recentemente alguns carregamentosde produtos norte-americanos foram rejeitados em portoschineses por uma suposta falta de qualidade. Em entrevista na quarta-feira em Washington, um funcionáriograduado do governo Bush lamentou que a China perca tempocaçando problemas em produtos dos norte-americanos para "virara mesa". Na semana que vem, a China envia uma missão a Washingtonpara a reunião anual sobre segurança alimentar. (Colaborou Missy Ryan, em Washington)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.