China promete regular salários de executivos estatais

O presidente da China, Xi Jinping, prometeu conter as remunerações "excessivamente elevadas" de executivos de empresas estatais em um aparente esforço para aplacar a frustração pública com os gastos elevados com esses funcionários.

AE, Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2014 | 02h16

A decisão de Xi, divulgada pela agência oficial de notícias Xinhua, vem em meio à pressão que o Partido Comunista está fazendo contra autoridades do governo para cortar gastos com carros de luxo, banquetes e móveis caros para escritórios de diretores de grandes companhias.

A reportagem não esclareceu que outras mudanças seriam feitas, mas, segundo o texto, Xi disse que as empresas estatais terão de se certificar que suas tabelas salariais são "justas". "Rendimentos altos e excessivos deverão ser regulados", disse o presidente.

Os executivos-chefes dos bancos e petroleiras recebem, em média, 2 milhões de yuans (US$ 300 mil) por ano. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINASALÁRIOSEXECUTIVOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.