China rebate relatório do Pentágono sobre ameaça militar

A China rejeitou com veemência um relatório publicado numa revista do Pentágono que alerta para a "ameaça militar chinesa", e afirmou que este país do Extremo Oriente não representa um perigo para o mundo, publicou nesta quarta-feira o jornal China Daily.De acordo com o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores chinês, Kong Quan, "criticar irracionalmente a política de defesa (da China) interfere com os assuntos internos chineses e pode confundir a opinião pública".O subdiretor do Instituto de Estudos Internacionais da China, Ruan Zongze, e analista nas relações entre os dois países, disse ao China Daily que o relatório "é inaceitável", e lembrou que Pequim publicou o primeiro Livro Branco sobre seu desenvolvimento pacífico em dezembro de 2005.Por sua vez, Kong afirmou que a "China nunca ameaçou país algum no passado, no presente e nem o fará no futuro", pois sua política de defesa é de natureza defensiva e seu objetivo é o desenvolvimento pacífico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.