China recolhe óleo de cozinha contaminado

Autoridades chinesas recolheram óleo de cozinha fabricado por três companhias locais, após descobrirem que os produtos continham a mesma toxina cancerígena recentemente encontrada no leite, informou hoje a mídia estatal.

AE, Agência Estado

29 de dezembro de 2011 | 12h00

O órgão fiscalizador da província de Guangdong, no sul da China, interrompeu as operações nas fábricas pertencentes às empresas, que produziram óleo de cozinha contendo níveis excessivos de aflatoxina, substância sintetizada por fungos, de acordo com a agência de notícias Xinhua.

O incidente sucede um anúncio feito no fim de semana por uma importante companhia láctea, a Mengniu Dairy, de que autoridades detectaram uma alta concentração da toxina em um lote de leite antes de ser vendido. De acordo com o comunicado, as vacas teriam se alimentado de ração animal com presença de fungo em uma fazenda no sudoeste da China. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaóleocontaminaçãofungo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.