China registra surto de gripe aviária

Autoridades chinesas da remota região de Xinjiang, localizada no noroeste do país, afirmam já ter abatido mais de 150.000 frangos após um surto de gripe aviária. O surto da cepa H5N1 da gripe aviária matou, inicialmente, 1.600 galinhas e contaminou cerca de 5.500 na região, informou o Ministério da Agricultura nesta segunda-feira. Num esforço para conter a doença, autoridades colocaram a área em quarentena e sacrificaram 156.439 frangos, segundo o ministério.

Agência Estado

03 de julho de 2012 | 00h50

O ministério e meios de comunicação estatais não especificaram exatamente onde ocorreu o surto, mas disseram que os novos casos da doença foram identificados em uma fazenda administrada pela Xinjiang Produção e Construção. A China é considerada uma das nações com maior risco de epidemias de gripe aviária, pois tem a maior população do mundo de aves domésticas, que vivem em áreas rurais e são mantidas próximas de seres humanos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinagripe aviária

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.