China rejeita oferta de diálogo de Taiwan

Em breve declaração, o presidente taiwanês, Chen Shui-bian, exortou ontem a China a "reabrir as portas das negociações", sem citar a controvérsia criada pela afirmação de George W. Bush de que os EUA estão dispostos a defender Taiwan de um eventual ataque chinês. Segundo o líder taiwanês, desde sua eleição, há um ano, seu principal objetivo tem sido o de manter a paz e a estabilidade com a China. Um dos principais negociadores taiwaneses, Lin Ching-pin, também declarou: "Estamos dispostos a conversar. Só estamos esperando que a China remova os obstáculos."Leia mais no site do Estado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.