China rejeita projeto de usina nuclear após protesto

As autoridades locais da cidade chinesa de Heshan, na província de Guangdong, na China, rejeitaram um plano de construção de uma usina de processamento de urânio, um dia depois de centenas de residentes locais protestarem contra o projeto por temores com a segurança.

Agência Estado

13 de julho de 2013 | 10h24

O governo de Heshan disse em um comunicado pela Internet que suspenderia o projeto de 37 bilhões de yuans (US$ 6 bilhões) da China National Nuclear Corp. (CNNC) para construir unidades de conversão, enriquecimento de urânio e fabricação de equipamentos de combustível nuclear. "O governo do povo da cidade de Heshan decidiu respeitar a opinião pública e não considerará o projeto de parque industrial da CNNC."

A CNNC não foi encontrada para comentar a notícia, mas os planos são parte dos esforços nacionais para reduzir a dependência da China de carvão e impulsionar o uso de energia limpa. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.