China resgata 45 mineiros presos há mais de 36 horas

As equipes de resgate da China conseguiram retirar todos os 45 mineiros que estavam presos numa mina de carvão havia mais de 36 horas. Ontem, sete mineiros haviam sido retirados com vida da mina na cidade de Samenxia, na província de Henan. Oito trabalhadores morreram no acidente ocorrido quinta-feira.

AE, Agência Estado

05 de novembro de 2011 | 17h58

O resgate deste sábado foi o maior já realizado no país desde abril de 2010, quando 15 mineiros foram salvos depois de passarem oito dias presos numa mina no norte do país.

A emissora de televisão estatal CCTV mostrou os mineiros sendo retirados e colocados em ambulâncias deitados em macas, envolvidos em mantas e com os olhos cobertos para evitar que a luz repentina ferisse suas retinas após muitas horas na escuridão.

A CCTV informou que os trabalhos de resgate foram afetados pela grande quantidade de pó de carvão causado pela explosão de uma rocha da mina, ocorrida depois que um pequeno sismo de magnitude 2,9 atingiu a região. Catorze mineiros conseguiram escapar quando o acidente ocorreu, segundo a agência oficial de notícias Xinhua. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinamineirosresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.