China sofrerá sanção por comprar petróleo do Irã

Menos de três semanas antes da aplicação do reforço das sanções americanas contra os compradores de petróleo do Irã, o governo do presidente Barack Obama anunciou que não isentará a China da ampliação das medidas contra os parceiros comerciais de Teerã. O anúncio foi feito na segunda-feira, quando Washington afirmou que Índia, Malásia, Coreia do Sul, Sri Lanka, Turquia e Taiwan serão isentos das futuras sanções. Ontem, Pequim defendeu suas importações de petróleo do Irã, mas não disse se reduzirá a compra, como querem os EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.