China suspende negociações ministeriais com o Japão

Decisão foi tomada depois que governo japonês anunciou que manterá a detenção de um capitão chinês, acusado de atacar embarcações da guarda-costeira do Japão

AP

19 de setembro de 2010 | 10h32

PEQUIM - A China suspendeu neste domingo, 19, as negociações ministeriais com o Japão depois da detenção de um navio de pesca chinês e de seu capitão, informou a televisão estatal chinesa (China Central Television - CCTV).

 

O capitão é acusado de atacar embarcações da guarda-costeira japonesa, numa zona marítima em disputa entre os dois países, no dia 7 de setembro.

 

O anúncio da suspensão chinesa foi feito neste domingo depois que o Japão afirmou que manterá a detenção do capitão do navio chinês. O número de turistas chineses tem caído por conta desta rixa.

 

Ainda de acordo com informações da CCTV, a China também suspendeu o diálogo sobre questões de aviação que existia entre os dois países.

 

O governo chinês pede insistentemente pela libertação imediata do barco.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Chinanegociações ministeriaisJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.