China terá medidas antidumping para produtos de aço e ferro da UE

País vai aplicar taxas entre 6,1% e 26% por um período de cinco anos

Efe,

29 de junho de 2010 | 02h52

PEQUIM - O Ministério chinês de Comércio anunciou a imposição de medidas antidumping a produtos de aço e ferro importados da União Europeia (UE), por considerar que prejudicaram o mercado interno.

Segundo informou a agência oficial de notícias Xinhua, o Ministério de Comércio chinês indicou que serão aplicadas taxas entre 6,1% e 26% nos produtos durante um período de cinco anos.

O ministério acrescentou que a indústria nacional sofreu grandes "danos" provocados pelo dumping aplicado pela UE nestes produtos no mercado nacional.

A China impôs no último dia 28 de dezembro medidas temporárias antidumping contra a importação de sistemas de fixação de aço procedentes da União Europeia com tarifas entre 16,8% e 24,6%.

O Ministério entende que esses produtos estão sendo vendidos ao mercado chinês abaixo de seu preço de custo, prejudicando a indústria siderúrgica da China, maior produtor mundial de aço.

Tudo o que sabemos sobre:
China, antidumping, aço, ferro, UE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.