China vai retirar 682 estrangeiros de área do terremoto

Ministério informou o paradeiro de outros 12 turistas americanos que tinham desaparecido na província de Sichuan

Efe,

15 de maio de 2008 | 04h52

A China anunciou nesta quinta-feira, 14, que vai retirar 682 turistas estrangeiros do centro turístico de Jiuzhaigou, província de Sichuan, região atingida pelo terremoto 7,8 graus de intensidade na escala aberta de Richter da última segunda-feira. Veja também:Terremoto na China: mapa da destruição O Ministério de Assuntos Exteriores chinês disse nesta quinta à Agência Efe que foi iniciada uma investigação para estabelecer as nacionalidades destes 682 turistas. Além disso, o Ministério informou o paradeiro de outros 12 turistas americanos que tinham desaparecido na província após o terremoto. Na terça-feira, as autoridades locais os localizaram na reserva de ursos panda de Wolong, e informaram que eles se encontram em bom estado de saúde. Além disso, um grupo de 31 britânicos que também foi surpreendido pelo terremoto já se encontra a salvo em Chengdu, capital provincial de Sichuan. As autoridades confirmaram na quarta-feira a morte de 14.886 pessoas no terremoto mais devastador das últimas décadas na China, que por enquanto deixou 25.788 pessoas soterradas, além de outras 64.746 feridas.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.