China: vôo de espionagem será investigado

O principal periódico militar da China diz, em sua edição de hoje, que Pequim tem o direito de ?investigar a fundo? tanto o avião de espionagem americano capturado quanto sua tripulação, detida em território chinês há uma semana. Artigo publicado no ?Diário do Exército de Libertação? também exige o fim de todos os vôos de espionagem americanos pela costa da China.O artigo dá a entender que os militares chineses querem que o governo do país adote uma linha-dura para com os EUA. Os militares americanos estão detidos desde a colisão de 1º de abril, quando a aeronave de espionagem EP-3E colidiu com uma caça chinês sobre o Mar do Sul da China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.