Chinês é condenado a 13 anos por roubo em palácio

Um tribunal de Pequim condenou um fazendeiro chinês a 13 anos de prisão pelo roubo de nove artigos de arte da Cidade Proibida, o antigo palácio imperial fortemente vigiado, que fica na capital chinesa.

AE, Agência Estado

19 de março de 2012 | 11h03

A agência oficial de notícias Xinhua News informou que Shi Baikui, de 27 anos, também foi multado em US$ 2.100. Segundo a agência, Shi roubou pequenas bolsas de ouro, de estilo ocidental, e outros objetos em maio de 2011.

De acordo com informações oficiais, Shi disse ao tribunal que o roubo foi um "impulso de momento". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaCidade Proibidaroubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.