Chinês é morto em agressão racista na Irlanda

Um cidadão chinês morreu após ter sido atacado por uma gangue armada com cacetetes de ferro, afirmou a polícia, no primeiro assassinato motivado por questões raciais desde que a Irlanda começou a ter sua primeira onda imigratória. A vítima, de 29 anos, cujo nome não foi revelado, estava caminhando com dois amigos segunda-feira à noite em Beaumont Grove, no norte de Dublin, quando os três foram atacados por um grupo que gritava insultos raciais, afirmou a polícia. Os dois amigos da vítima escaparam com poucos ferimentos. O cidadão chinês morreu na quinta-feira à noite no Hospital Beaumont, em virtude dos ferimentos.

Agencia Estado,

25 Janeiro 2002 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.