Chinês é preso por divulgar falso alarme de terremoto

Jia Zhipan, de 22 anos, invadiu o site do escritório de sismologia e divulgou um falso terremoto

EFE

30 de agosto de 2008 | 05h04

Um estudante em Xian (centro da China) foi condenado a 18 meses de prisão por invadir o site do escritório de sismologia provincial e divulgar um alarme falso de terremoto, informou neste sábado a agência oficial "Xinhua". A sentença contra Jia Zhipan, de 22 anos, foi ditada sexta-feira por um tribunal local, que considerou que o alarme falso tinha causado pânico na província de Shaanxi, da qual Xian é capital. Em 29 de maio (17 dias depois do terremoto que matou cerca de 90.000 pessoas na China), Jia conseguiu invadir o site do escritório de sismologia e divulgou uma falsa informação na qual alertava sobre a possibilidade de um terremoto entre 6 e 6,5 graus em Shaanxi. Devido a esse alerta, muitos moradores da região decidiram deixar suas casas e dormir em abrigos, enquanto se multiplicavam os pedidos de informação ao escritório provincial. Jia, detido pela Polícia em 4 de junho, confessou que era responsável pelo falso alarme e disse que teve curiosidade em qual seria a reação pública ao alerta.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaterremotoPequim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.