Chinês queima dinheiro em protesto contra juros baixos

Chan Pak-yu, de 63 anos, ateou fogo a 22.000 dólares de Hong Kong (US$ 2.800) em protesto contra as taxas de juro, que estão próximas de zero. Ele ficou revoltado ao ver que suas economias, de HK$ 346.580,05 (US$ 44.400) haviam rendido apenas HK$ 17,50 (US$ 2,24) no último semestre, informa o jornal South China Morning Post. Na segunda-feira, Chan retirou praticamente todo seu dinheiro do banco e se pôs a queimá-lo. O noticiário descreve Chan como um sem-teto catador de lixo.Segundo a polícia, Chan se acalmou pouco depois e devolveu o dinheiro restante ao banco. O dólar de Hong Kong é mantido numa taxa de câmbio estável em relação à moeda americana, e as taxas de juros no território mergulharam, acompanhando os corte de juro feitos pelo Federal Reserve dos EUA. A taxa para poupança no HSBC de Hong Kong, onde Chan tem sua conta, está em 0,01%.Chan, ainda segundo a imprensa local, gasta cerca de HK$ 10 (US$ 1,28) por dia e lucra vendendo coisas que recolhe do lixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.