Chineses acham 'maior sítio de fósseis de dinossauro' do mundo

Cientistas anunciaram na China ter encontrado o maior sítio arqueológico do mundo na província de Shandong, no leste do país, informou a imprensa estatal nesta terça-feira. Os pesquisadores recuperaram cerca de 7.600 fósseis em um buraco de 300 metros de comprimento perto da cidade de Zhucheng nos últimos sete meses, disse a agência de notícias Xinhua. Segundo a Xinhua, os fósseis encontrados incluem os restos de um hadrossauro de 20 metros, o que poderia ser um recorde para o chamado dinossauro "bico de pato". Os cientistas vão interromper os trabalhos no inverno, mas disseram que mais escavações poderão levar a outras descobertas de fósseis. Zhucheng, conhecida localmente como a "Cidade dos Dinossauros" da China, já revelou fósseis de dinossauros em 30 sítios, de acordo a imprensa local. A China, relativamente recém-chegada à arqueologia, aumentou suas explorações nos últimos anos e faz descobertas constantes de fósseis raros, que são normalmente contrabandeados e vendidos fora do país por grandes quantias. Em janeiro, a Austrália devolveu a Pequim centenas de quilos de fósseis de dinossauros chineses, incluindo ovos de centenas de milhões de anos, recuperados em depósitos e contêineres, segundo a imprensa australiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.