Chineses combatem o stress com mega-briga de travesseiros

Um turbilhão de travesseiros com o nome de patrões e professores foi pelos ares enquanto centenas de chineses se reuniram para combater o stress em Xangai com uma enorme batalha de travesseiros.

REUTERS

26 de dezembro de 2011 | 15h06

Em seu quinto ano, o evento anual teve tanta procura por parte de jovens trabalhadores de escritórios e estudantes que os organizadores fizeram duas noites de brigas de travesseiros antes do Natal e planejam outra para 30 de dezembro.

"Atualmente há muitos funcionários de escritório e estudantes enfrentando grande pressão no trabalho e na escola; assim, esperamos lhes dar um escape para liberar o stress antes do fim do ano", disse Eleven Wang, fundador e mentor das épicas brigas de travesseiros.

"Às vezes sofremos pressão de nossos patrões, professores e exames, então hoje podemos enlouquecer. Todos poderão escrever nos travesseiros os nomes de seus chefes, professores e matérias de exame, e aproveitar e desabafar o máximo", acrescentou ele.

"Depois de liberar o stress, podemos mais uma vez enfrentar nossa vida diária com alegria."

Os travesseiros são entregues aos participantes na porta de entrada, aí a emoção é fomentada por um show de rock, com muitos no chão do enorme espaço do evento movimentando e balançando os travesseiros no compasso da música.

Em seguida, vem a briga. Os travesseiros voam pelos ares, já que muitos combatentes preferem jogá-los em vez de lançá-los contra seus oponentes.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINATRAVESSEIROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.