Chineses fazem doações 'generosas' em jantar com Gates e Buffett

Bill Gates e Warren Buffett receberam algumas doações "muito generosas" em um jantar promovido em Pequim com um grupo pequeno de chineses ultrarricos com o objetivo de promover a caridade. Eles disseram nesta quinta-feira que o evento superou suas expectativas.

BEN BLANCHARD, REUTERS

30 de setembro de 2010 | 12h44

Mas nenhum dos dois, eles próprios duas das pessoas mais ricas do mundo e filantropos dedicados, se dispôs a dar maiores detalhes, explicando que cabe às próprias pessoas falarem sobre as doações que foram feitas ou mencionadas.

"Não acho apropriado falar de qualquer indivíduo em particular. Houve algumas doações muito generosas", disse Bill Gates, o fundador da Microsoft, em coletiva de imprensa.

"Como vocês sabem, há algumas pessoas que vieram a público e falaram sobre a filantropia bastante substancial que pretendem fazer", disse ele, acrescentando que cerca de 50 pessoas, ou dois terços das pessoas que tinham sido convidadas, compareceram ao jantar.

Buffett e Gates estão exortando bilionários norte-americanos a doar pelo menos metade de suas fortunas durante suas vidas ou após suas mortes, assinando uma Promessa de Doação, que até agora foi firmada por 40 pessoas.

O jantar suscitou intenso interesse da mídia chinesa, e especulava-se que os dois bilionários norte-americanos sairiam de mãos vazias.

Antes de sua visita à China, contudo, eles publicaram uma carta aberta dizendo que não pretendiam pressionar ninguém no país a abrir mão de sua fortuna e que eles só pretendiam compartilhar suas experiências e ouvir pontos de vista de chineses.

A única pessoa da China cuja presença no jantar foi confirmada por Gates e Buffett foi o astro de cinema Jet Li, cuja fundação One é parceira da Cruz Vermelha chinesa.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAFILANTROPIAGATESBUFFETT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.