Chineses presos pelo Japão são deportados

Sete dos 14 ativistas chineses presos na quarta-feira após um protesto em ilhas controladas pelo Japão e disputadas pelos governos de Pequim e Tóquio deixaram ontem o território japonês em direção à China - os demais manifestantes também serão deportados. A medida alivia a tensão entre os dois países.

TÓQUIO, O Estado de S.Paulo

18 de agosto de 2012 | 03h06

Os manifestantes tinham navegado de Hong Kong até o arquipélago - de Senaku, para japoneses, e Diaoyu, para chineses -, que é reivindicado ainda por Taiwan. Depois que cinco deles puseram os pés em uma das ilhas, o grupo foi preso. Os sete chineses que permaneceram no Japão voltarão para seu país no barco que os levou às ilhas. / NYT e AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.