Chineses voltam às ruas contra a França

Pequenos grupos voltaram a protestar ontem diante de supermercados da rede francesa Carrefour em cinco cidades chinesas, entre elas Pequim e Chongqing. Eles desafiaram o governo, que tenta reduzir a irritação com a França - onde a passagem da tocha olímpica, em 9 de abril, foi marcada por manifestações anti-China e pró-Tibete.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.