Chirac depõe sobre caso de corrupção

O ex-presidente francês Jacques Chirac foi interrogado ontem por participação num escândalo de financiamento ilegal de seu partido quando era prefeito de Paris (1977-95). O depoimento durou mais de quatro horas e foi feito no escritório de Chirac. O caso refere-se a empregos fantasmas que teriam sido criados na prefeitura de Paris para beneficiar integrantes de seu partido na época, o Reunião Pela República (RPR). O ex-presidente, que teve imunidade durante os 12 anos em que permaneceu à frente do Palácio do Eliseu, foi ouvido como testemunha. Vários de seus ex-assessores - como o ex-primeiro-ministro Alain Juppé - já foram condenados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.