Chirac destaca importância da união internacional frente à Coréia do Norte

O presidente francês Jacques Chirac afirmou nesta segunda-feira a "importância" da união internacional frente à Coréia do Norte para que o país cumpra as sanções impostas pela ONU depois do teste nuclear anunciado por Pyongyang na semana passada.Durante uma conversa telefônica com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, Chirac "alertou sobre a importância da união da comunidade internacional nos esforços para que a Coréia do Norte cumpra suas obrigações", afirmou Jerome Bonnafont, porta-voz do governo francês.Chirac e Abe chamaram "a ação internacional a favor da não proliferação de armas nucleares e concordaram em estreitar as relações entre Japão e França também na questão nuclear que envolve o Irã", segundo Bonnafont. No sábado, os quinze países membros do Conselho de Segurança da ONU adotaram, por unanimidade, uma resolução que impõe sanções à Coréia do Norte pelo fato do país ter realizado seu primeiro teste nuclear.Por exigência chinesa, o texto suavizou as inspeções dos navios que saem e têm destino à Coréia do Norte. A resolução também impôs embargos aos produtos químicos nos fluxos comerciais norte-coreanos.A resolução do Conselho de Segurança da ONU também impôs um embargo de armas parcial ao governo de Pyongyang e exige a suspensão das atividades nucleares norte-coreanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.